Seja muito bem-vindo ao Copo de Letras!! Sirva-se sem moderação. ;)

domingo, 26 de setembro de 2010

Herança

Estamos a uma semana da eleição. O texto abaixo, embora atual, foi escrito em 1998. Junto a ele postei um video que está rolando no youtube, extremamente preocupante.




Ouçam:
Ergam a bandeira da ilusão
Adorem os teus ideais
Lutem por justiça
E continuem a dormir com a mentira.
Caiam de joelhos
Bebam as próprias lágrimas
Calem-se, abandonados pelas palavras
Aliem-se uns aos outros
Até que cheguem os cifrões
A corromper vossos corações
Caminhem pelas incertezas
Descubram no azar, a própria sorte
Pois desde a Criação o sol nasce para todos,
Mas hoje a fome é só para os escolhidos
Todos têm sangue,
Mas a doença, só alguns...
Vão! Plantem idéias enquanto riem de vós
Continuem a pedir um pouco
Àqueles que lhes encolhem as mãos
Porque a Pátria não lhes dá as sementes
Mas é certo que se fartará com teus frutos.


É, domingo que vem, bora todo mundo votar!!! Haja ânimo, haja boa vontade entre nós e, sobretudo, haja misericórdia de Deus, porque vamos precisar!



http://www.youtube.com/watch?v=ILwU5GhY9MI

6 comentários:

Pin disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Ludmila Clio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Misericórdia de Deus??? Coitado de Deus... Essa nação tão bela no aspecto natural e tão podre na mentalidade dos que estão no dito "Poder"...

Terezinha Maria disse...

Essa é uma questao que tem me preocupado muito. E triste ver a nossa Patria Amada nas maos de pessoas tao sem carater. Que Deus se compadeça de nos. Abraços.

aluízio disse...

Eu jah conhecia esse, muito bom!!! Apesar dos pesares, de todo o vampirismo e o aparelhamento estatal por parte desse governo leniente, não podemos nos ausentar de participar do processo eleitoral. “O CASTIGO DOS BONS QUE NÃO FAZEM POLÍTICA É SER GOVERNADO PELOS MAUS”, Platão.
Excelente Lud. Bj

Elisa disse...

O que eu tenho a dizer é... não aguento mais acordar antes das 6 da manhã com o funk do Rodrigo Coelho.
Mas... falando sério...

Caminhando e cantando
E seguindo a canção
Somos todos iguais
Braços dados ou não
Nas escolas, nas ruas
Campos, construções
Caminhando e cantando
E seguindo a canção...

Vem, vamos embora
Que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora
Não espera acontecer...

E vamos votar! Nada de dizer "vou lavar minhas mãos". Desse jeito as coisas não mudam nunca mesmo! Pra mudar temos mesmo que cantar

Vem, vamos embora
Que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora
Não espera acontecer

Bem dizia dizia Geraldo Vandré.

Beijoooos

Ludmila adorei o novo visual do blog. Ta faltando ver o seu novo visual!!!!

Fica com Deus