Seja muito bem-vindo ao Copo de Letras!! Sirva-se sem moderação. ;)

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Quando o carnaval passar




 Quando o carnaval passar
 pode ser que eu volte a viver.
 Vivo dias sem fim,
 Inchados pelo ócio
 Acordo só para ver o dia acontecer
 E ele se arrasta,
 Feito um bloco triste de carnaval;
 Ele se arrasta tão lentamente,
 Que me enjoa.
 Nesse momento, agora, nesse instante,
 O sol já brilha alto no céu
 Os barulhos da urbanidade estão aumentando:
 A cidade está de pé,
 Rumando para a produção
 Que parte de sua força
 E eu sou inútil nessa rede
 Então
 Fico pendurada na janela do tédio
 Vendo mais um dia desfilando diante de mim,
 Escapando por entre minhas mãos
 E minha juventude vai evaporando nas horas
 Mas
 Quando o carnaval passar
 Pode ser que eu volte a viver.
 No sistema
 Ressurreições e condenações,
 Homicídios e suicídios,
 Nascimentos e mentiras,
 Tudo tem hora marcada para acontecer.
 Não sei se resisto a tamanha desumanidade
 Tenho febre e questiono ser assim.

 Ah, querida,
 Mas fique certa de uma coisa:
 O carnaval vai passar,
 Sim, ele vai
 Mas as máscaras vão continuar
 E, mesmo depois do carnaval
 Sua alma de poeta não se aquietará
 Porque suas fantasias
 São outras.

2 comentários:

Márcia Duarte disse...

Chico vai ao encontro do que vc disse... Fique tranquila, existe um céu para garotas sensíveis.
Beijinhos,
Márcia Duarte

"Quem me vê sempre parado,
Distante garante que eu não sei sambar...
Tô me guardando pra quando o carnaval chegar

Eu tô só vendo, sabendo,
Sentindo, escutando e não posso falar...
Tô me guardando pra quando o carnaval chegar

Eu vejo as pernas de louça
Da moça que passa e não posso pegar...
Tô me guardando pra quando o carnaval chegar

Há quanto tempo desejo seu beijo
Molhado de maracujá...
Tô me guardando pra quando o carnaval chegar

E quem me ofende, humilhando, pisando,
Pensando que eu vou aturar...
Tô me guardando pra quando o carnaval chegar

E quem me vê apanhando da vida,
Duvida que eu vá revidar...
Tô me guardando pra quando o carnaval chegar

Eu vejo a barra do dia surgindo,
Pedindo pra gente cantar...
Tô me guardando pra quando o carnaval chegar

Eu tenho tanta alegria, adiada,
Abafada, quem dera gritar...
Tô me guardando pra quando o carnaval chegar

Tô me guardando pra quando o carnaval chegar
Tô me guardando pra quando o carnaval chegar
Tô me guardando pra quando o carnaval chegar..."

Ludmila Clio disse...

Ufa!! Então nós temos alguma chance, rs!!! Bjos, lindona!