Seja muito bem-vindo ao Copo de Letras!! Sirva-se sem moderação. ;)

terça-feira, 29 de julho de 2014

Imensurável



Agora ele tem olhos tristes
É dono de um silêncio gritante,
de uma insatisfação evidente.
Sua Vida mantém distância e agora ele vaga, sem chão.
Ele está cercado de pessoas egoístas,
que se cegaram para os seus olhos tristes,
que se emudeceram diante do seu silêncio desesperado.
Ele está cercado de pessoas
que se justificam em nome do amor,
que o sufocam, o acorrentam em preceitos vencidos,
em mentiras bem perfumadas.
Ele está detido por pessoas que fingem não saber
_ou não sabem mesmo_
que o legítimo amor é libertador,
que suas portas estão sempre, sempre abertas.
Não, não lhes bastaram os seus olhos tristes,
nem o seu silêncio gritante,
tampouco a sua insatisfação evidente.
Ele precisou ser infeliz,
imensuravelmente infeliz.
Sua infelicidade foi o seu argumento
para provar a cada uma delas que, definitivamente,
o seu coração não estava mais ali.

Nenhum comentário: