Seja muito bem-vindo ao Copo de Letras!! Sirva-se sem moderação. ;)

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

C'est la Vie...


Decidimos nos jogar do precipício juntos
Ele me deu a mão e apertou firme
Demos um passo à frente e ganhamos o vazio
O amor nos abraçava,
flutuávamos naquela imensidão de  carinhos e descobertas
De repente senti um solavanco no braço,
ele havia se desprendido de mim
Quando olhei para o lado, ele já não estava,  
estava lá em cima, cada vez mais distante
Ele levara o paraquedas, não me avisara
[Gente precavida é de uma inocência perigosa]
E de flutuar, passei a cair em queda livre
Fechei os olhos, já não me permiti surpreender
A covardia passou a fazer parte do meu cotidiano, 
ele foi apenas mais um
Acordei meses depois,
mais ferida que antes,
mas mais forte também.

Nenhum comentário: