Seja muito bem-vindo ao Copo de Letras!! Sirva-se sem moderação. ;)

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Eu não saberia fazer igual a você



Eu compreendo
Quando você finge me desprezar
E faz que não está se importando, sim,
Eu compreendo
De alguma maneira você precisa se defender
Deve ser mesmo frustrante experimentar a paixão
E voltar para a segurança de um relacionamento morno
Sabe, no teu lugar, eu também tentaria te desprezar
Para me manter convencida e segura
Tentaria desviar meu olhar sempre que corresse risco de você me flagrar te admirando,
Te deletaria das minhas redes sociais,
Da lista telefônica
Tentaria parecer uma muralha fria e intransponível
E, como você faz tão bem,
Conteria o ímpeto de voar em você
E te abraçar apertado, desesperada e em silêncio,
Deixando meu coração bater forte
 ao matar a saudade do teu calor na minha vida
Sim, eu compreendo essa tua dureza e até admiro:
É preciso muita coragem
Para ser tão covarde assim,
e essa coragem me falta, 
por mais que eu tente, ela nunca vem.

Nenhum comentário: