Seja muito bem-vindo ao Copo de Letras!! Sirva-se sem moderação. ;)

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Alívio Imediato


Dar caminho
Coração
Chão para pisar
Queres segurança, tens o coração desconfiado
Vieste da dor
Decepção
Frustração
Caminho imperfeito
Vidas cruzadas, atropeladas
O tempo
O fim
O tempo
A ferida cicatrizada
Por dentro sangra
Os olhos brilham, por dentro sonham
Negas o futuro, mas ele chegou
Quero dar-te caminho, coração, chão para pisar
Segurança, curativos, paz
Por onde pensas que vais, depois do encontro de nossas almas?
Sabes bem que a lugar nenhum,
pois desde aquele toque selamo-nos um ao outro
Como tatuagem estou em tua pele
Como luz na escuridão, farol na noite, alívio imediato do passado
Que não te demores
Que não dês ouvido ao medo
Que não te sintas acorrentado à culpa
E que chegues para mim livre, por puro querer, para inteiro se dar.

Nenhum comentário: