Seja muito bem-vindo ao Copo de Letras!! Sirva-se sem moderação. ;)

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Quero a Tua Riqueza para ser Feliz


Quantas entrelinhas cabem numa pequena atitude!
Enganam-se os que pensam que entrelinha é coisa de poesia e nada mais!
Palavras não precisam ser ditas para que sejam interpretadas
Silêncios não traduzem puramente a ausência do som
Carinhos não precisam ser fruto do toque, a intenção já os diz
Lágrimas não exprimem apenas a dor, mas o êxtase também
Quem nada faz, tudo pode perder
O pequeno gesto pode esconder um mundo!
Ouvir o coração é para os raros,
Deixá-lo comandar é para os sensíveis de alma e fortes na vida
Conquistar é surpreender
e para surpreender, há de se ter riqueza, muita riqueza!

De sutilezas, detalhes, tons e semitons…
…olhares, silêncios, cumplicidades sem fim…
...mimos, carinhos, docinhos, paz...

Porque a vida se perde num piscar de olhos,
um segundo muda tudo
Racionalizar o amor não faz sentido,
Amor é pra ser vivido e fim
E se me perguntares o que anelo ter
Ora, lhe direi sem pestanejar:
Da tua vida quero a riqueza!
A riqueza das entrelinhas,
Da poesia que não é dita, é sentida.
Da música que une,
dos olhares que selam meu coração ao teu a cada vez que pousas os olhos em mim…
Quero o pouco que sobrepuja o todo
Quero o que não percebem e me faz viver
Detalhes, nuances, sutilezas e entrelinhas…
Quase que imperceptíveis, mas avassaladores!!


Um comentário:

whasley disse...

linhas e entrelinhas, palavras e palavrinhas,uma riqueza infindável.

Belas palavras, muito linda a poesia. e muito rica tbm. Parabens