Seja muito bem-vindo ao Copo de Letras!! Sirva-se sem moderação. ;)

sábado, 14 de maio de 2016

Na Esquina do teu Coração

Hoje absorvi o Sol como um girassol
Escolhi o lugar rejeitado, ensolarado
Sentei-me e deixei-me queimar
Arder
Ouvi meus pensamentos fervilhando
E quando pensares que estou em tuas mãos,
posso voar, evaporar, desaparecer
Cuidado,
não sou o que pareço ser:
vulnerável, fácil, na palma de tuas mãos, não!
Mas sou surpresa, sonho bom, realidade impensada
Eu estarei te esperando há milhões de anos
na esquina do teu coração, quem há de prever?
Talvez eu te veja testando centenas de novos beijos,
gozos rasos, um punhado de “bom dia” comuns
Eu estarei te esperando há milhões de anos
na esquina do teu coração
A gente sabe quando toca o ponto exato do corpo, da alma
Não me importam os tamanhos dos teus fantasmas,
simplesmente me farei maior
Não me importam as lembranças das melodias,
eu sou um novo significado delas,
da própria vida, do teu respirar
e até do teu querer permanecer respirando
Vais me encontrar no fundo do teu copo, da garrafa, da tua alma
Da noite escura que teus olhos alcançam
Eu estou no fundo do teu ser,
sentada, à espera que percebas,
que sou teu girassol, teu gole, teu Sol
Tua existência barata e profunda
Não havia nada até que surgimos e acendemos a luz da vida
Então me cubra de carinhos nesta noite,
dê-me asas para voar sobre teus sonhos empoeirados
Vou amanhecer ao teu lado,
encaixada em teus braços
Esmaecendo as lembranças que ainda pensas amar
colorindo o novo dia com novos sonhos e devaneios
Sim, sou maluca, louca, insana
Quero o impossível, quero as cores do mundo, impensadas
Quero aquilo que nem sabes que sentes
Quero explorar teus sentidos, teus máximos
Quero aquilo que pensas conhecer, que chamas de destino, de amor
Quero o que não tem nome
Porque o amor do mundo não me interessa
Quero o simples, o louco, o inominável
Teu coração local, forasteiro, presente, intocável
Quero tua vida, liberdade, cheiro e anseio
O que nunca deste a ninguém por incompreensão, ingratidão, devaneio
Aceito
Porque sou o que nunca tiveste e talvez não saibas lidar
Mas sejas simples, livre, 
Simplesmente livre
e terás em mão 
minha alma, minha vida e respirar.


Nenhum comentário: