Seja muito bem-vindo ao Copo de Letras!! Sirva-se sem moderação. ;)

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Nada mais Importa




Perdi o medo do fogo
Estou indiferente ao que já fez diferença
O dia findou, nem percebi,
mais um que não vivi.
Perdi o medo do escuro
e a poeira tomou conta de tudo.
A música desafinou,
a vida viajou e eu fiquei para cuidar de mim.
Perdi o medo do novo
falar no fim já não me assusta.
Perdi o medo da altura da ponte
O rio transbordou;
o coração foi inundado,
ainda assim morre de sede.
Água suja e doente
foi o que restou para beber.
O leite secou:
ao filho já não posso amamentar.
A flor murchou
ficou um trapo desbotado sobre a terra.
Sofrer é o de menos
Perdi o medo de perder.

Nenhum comentário: